Teve lugar na tarde de ontem, Sexta-feira, 3 de Abril, na cidade de Pemba, uma actividade de desinfeção dos autocarros que fazem o transporte público de passageiros na capital da província de Cabo Delgado.

A actividade foi desenvolvida por voluntários, técnicos da área de Saúde, funcionários da Direcção Provincial de Transportes e Comunicação, INATTER, Conselho Municipal de Pemba, Associação dos Transportadores Rodoviários e a PRM.

Na ocasião o Conselho Municipal de Pemba fez a entrega das vinhetas de controlo do tempo de pulverização dos autocarros.

O tempo médio de desinfecção dos autocarros é de 3 horas e é extensivo aos semi-colectivos de passageiros de 15 lugares.

Para estes últimos, a desinfecção irá ocorrer nas paragens já identificadas pelas autoridades municipais da terceira maior baía do mundo.

Em cumprimento das medidas de prevenção e combate ao Coronavirus (Covid-19) emanadas pelas autoridades de Saúde, diversas acções que visam travar a propagação da doença estão em curso no país.

Na manhã deste Sábado, 4 de Abril, por exemplo, o Terminal de Transportes semi-colectivos de passageiros da Praça dos Combatentes, vulgo Xikelene, na cidade de Maputo, foi palco do lançamento de uma campanha de desinfecção de espaços públicos.

A iniciativa será replicada nas princípios paragens e mercados informais da cidade de Maputo, capital do país e foi concebida pela FIVE STAR, uma empresa de eventos e conta com diversos parceiros entre os quais o Ministério da Saúde (MISAU), Conselho Municipal da Cidade de Maputo (CMCM), Cervejas de Moçambique (CDM), entre outros parceiros.

A actividade desta manhã no Xikelene, que para além do terminal, conta com um mercado bastante concorrido, consistiu na desinfecção do próprio recinto, dos autocarros e das mãos dos passageiros que alí se encontravam em trânsito para os diversos pontos da cidade e província de Maputo.

Médicos, técnicos e enfermeiros da província de Maputo reuniram-se na Quinta-feira, (26) para harmonizar procedimentos de actuação no âmbito do isolamento e tratamento de pacientes do COVID-19.

Na ocasião, também analisaram os passos a seguir perante casos suspeitos e o tratamento de doentes diagnosticados positivos, que eventualmente venham a ser internados no Centro de Saúde de referência provincial para o tratamento do coronavirus, no distrito da Matola.

A reunião foi dirigida pela directora provincial de Saúde de Maputo, Iolanda Santos, a qual, destacou ser pertinente haver trabalho conjunto entre os vários especialistas ou técnicos de Saúde, de modo a se optimizar os recursos humanos disponíveis destacados para o centro de referência provincial.