Imprimir

Iniciou esta Quarta-feira, 8 de Setembro, em Maputo (Centro International de Conferências Joaquim Chissano), a XVII Edição das Jornadas Científicas da Saúde, que decorre sob lema, "Promovendo a segurança sanitária e o desenvolvimento sustentável, através da investigação científica transdisciplinar".

Falando na abertura do evento que decorre no formato virtual e presencial, o Ministro da Saúde, Armindo Tiago encorajou os profissionais de saúde, os decisores de políticas de saúde, investigadores e docentes de instituições de ensino superior, organizações da sociedade civil e parceiros de cooperação para que façam uso do maior evento científico da área da saúde do país, para apresentar e discutir os resultados de pesquisas científicas com o propósito de contribuir para a melhoria da saúde dos moçambicanos.

 

É nessa perspectiva, referiu Tiago, que o Ministério da Saúde tem estado a buscar formas inovadoras de colaboração com todas as esferas da sociedade em programas de promoção da saúde, assim como de prevenção e controlo de doenças.

O Ministro da Saúde lembrou, também aos presentes, que somente com um povo saudável o nosso país poderá alcançar o desenvolvimento sustentável e socorrendo-se na pandemia da COVID-19, referiu ser essencial que se viva um ambiente global livre de ameaças sanitárias.

Durante os três dias em que irá decorrer a XVII Edição das Jornadas Científicas da Saúde, serão apresentados  470 trabalhos científicos em saúde e áreas afins, e as mesmas serão feitas em três sessões plenárias, 21 sessões paralelas,14 simpósios e sessões de posters.

Armindo Tiago disse, a propósito esperar que a partilha e a discussão dos resultados de investigação em saúde nos mais diferentes domínios do conhecimento a acontecer no evento, possa permitir o aprofundamento e a consolidação da evidência científica a partir de uma perspectiva transdisciplinar, entre outras.

Ilesh Jani, Director-geral do Instituto Nacional de Saúde (INS), disse que a instituição que dirige pretende, com as Jornadas Nacionais da Saúde, continuar a providenciar aos moçambicanos o espaço privilegiado para a divulgação e debate científico sobre a saúde e o bem-estar no país, assim como promover a investigação científica em saúde, sobretudo entre os moçambicanos mais jovens.

Participaram na cerimónia de abertura das XVII Jornadas Científicas da Saúde, quadros do MISAU a diversos niveis, membros do Governo, representantes de instituições de investigação, da Ordem dos Médicos, Ordem dos Enfermeiros, das organizações da Sociedade Civil, dos parceiros de cooperação entre outros.

MISAU-DCI