Notícias

Moçambique apresenta a sua experiência no combate à Malária em Genebra

Sua Excelência Prof. Doutor Armindo Tiago, Ministro da Saúde, participou no Domingo, 26 de Maio, em Genebra, na qualidade de orador, no painel principal da Reunião Ministerial para a Aceleração da Implementação da Declaração de Yaoundé para a Eliminação da Malária, organizada pela União Africana (UA).

No evento que decorreu na Suíça, à margem da 77ª Sessão da Assembleia Mundial da Saúde, Armindo Tiago destacou o engajamento, ao mais alto nível, de Sua Excelência Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, nas acções de controlo da malária através da iniciativa “Zero malária, Começa comigo”, bem como o estabelecimento do “Fundo da Malária”, uma parceria público-privada-comunidade que visa a mobilização de recursos domésticos para o combate a esta doença.

Integrado num painel que contou igualmente com os ministros da saúde de Cabo Verde, Malawi e Zâmbia, o governante se referiu aos ganhos obtidos no combate à malária, tendo reconhecendo, contudo, que o país ainda regista um número bastante elevado de casos de malária.

A título de exemplo, apontou que em 2023, Moçambique registou cerca de 12 milhões de casos, acrescentando que “o aumento de casos de malária está associado às mudanças climáticas e ao acesso ao diagnóstico”.

Tiago realçou que apesar do número elevado de casos, o país tem registado uma redução contínua do número de mortes hospitalares por malária. “Esta redução resulta da melhoria no acesso aos serviços de saúde e no manejo de casos de casos ao longo dos anos”, explicou, revelando, de seguida, que novas medidas de controlo estão a ser introduzidas no Programa Nacional da Malária, do Ministério da Saúde, entre elas, o uso de um novo tipo de redes mosquiteiras e a quimioprofilaxia da malária, esta última em implementação nas zonas afectadas pelas acções terroristas em Cabo Delgado, avançando que se em algumas regiões os resultados têm sido promissores, noutras, as intervenções têm sido comprometidas em virtude dos eventos climáticos adversos.

Ministros avaliam impacto da E8a

Agenda carregada para o ministro e delegação! Findo o painel principal da Reunião Ministerial para a Aceleração da Implementação da Declaração de Yaoundé para a Eliminação da Malária, organizada pela UA, o Ministro da Saúde participou numa reunião dos ministros de saúde ou seus representantes, da Iniciativa Eliminação (também conhecida por E8).

Neste encontro, foram discutidos os resultados e a sustentabilidade da iniciativa que nos últimos anos tem sido apoiada pelo Fundo Global.

Depois, Tiago reuniu com o seu homólogo de Cuba, tendo as partes passado em revista a cooperação entre os dois países na área de saúde. Os governantes expressaram a vontade mútua de reforçar a cooperação entre os respectivos países e, especificamente, discutiram: o apoio na formação de médicos moçambicanos em várias especialidades naquele país latino, o envio de equipas médicas cubanas a Moçambique e o apoio do país de Fidel Castro no controlo da malária na “pérola do Índico”.

No final do dia o Ministro da Saúde e a delegação que o acompanha participaram no lançamento do caso de investimento da Organização Mundial da Saúde (OMS) que visa mobilizar recursos para o financiamento do Décimo e Quarto Programa Geral de Trabalho da OMS 2025-2028, orçado em mais de 11 biliões de dólares americanos.

Share this post

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *