A Agência de Viagens COTUR e a empresa do ramo de Construção Civil, OGA Construções SARL, doaram esta Segunda-feira, 25 de Maio de 2020, ao MISAU, diversos materiais, artigos médicos de protecção e bens alimentares, para o reforço da capacidade institucional nas acções de prevenção e combate ao novo Coronavírus (COVID-19.

A OGA Construções SARL, que esteve representada pelo respectivo Director-Geral, doou 100 (cem) baldes de 40 litros cada, com torneiras e tampas, 100 (cem) fatos descartáveis para a protecção de pessoal médico, 200 (duzentas) viseiras, 1.000 (mil) unidades de tocas/barretes, 1.000 (mil) luvas descartáveis e 02 (dois) termómetros.

Da COTUR, o MISAU recebeu 5.000 (cinco mil) máscaras e 1.000 (mil) barras de sabão no âmbito da COVID-19, e 1.000 (mil) pacotes de sumo e igual número de pacotes de bolacha, para o Banco de Sangue.

Os gestores das duas empresas afirmaram  que o espírito humanitário  neste  momento em que o país mais precisa foi determinante para o gesto que materializaram que acabavam  de materializar.

Como a COTUR e a OGA Construções SARL, outras mais instituições e entidades público e privadas, e até mesmo cidadãos anônimos, têm dado uma resposta aos apelos do Governo e do Ministério da Saúde, que busca soluções para mitigar os impactos da pandemia de COVID-19, facto apreciado e enaltecido pelo Ministro Armindo Tiago, que destacou o facto de estas acções acontecerem numa altura em que o nosso país regista um crescente número de casos de contaminação com o novo Coronavírus.

Armindo Tiago terminou a sua intervenção reiterando a necessidade de todos continuarmos a advogar pelo cumprimento das medidas de prevenção da COVID-19, que consistem na higienização das mãos, uso de máscaras, o distanciamento social, entre outras estabelecidas pelo Decreto Presidencial n°11/2020 de 30 de Março, através do qual Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República, declarou o Estado de Emergência por razões de Calamidade Pública. MISAU - DCI

O Ministério da Saúde (MISAU) anunciou esta tarde, 26 de Maio, em Conferência de Imprensa, o registo de mais quatro casos de infecção pelo novo coronavírus, subindo para 213 o cumulativo de pacientes testados positivos no país. Deste total de infectados, 187 são de transmissão local e 26 importados.

Segundo explicou a directora Nacional de Saúde Pública, Rosa Marlene, os  quatro casos positivos ora diagnosticados, fazem parte de um lote de 240 amostras testadas nas últimas 24 horas, das quais 236 revelaram-se negativas. No mesmo contexto, a dirigente esclareceu que as amostras examinadas resultam da actividade de vigilância activa da suspeita e rastreio de pessoas com sintomas nas unidades sanitárias e rastreio de contactos.

Os casos positivos reportados são todos de nacionalidade moçambicana, sendo que dois são da província de Nampula e igual número da Zambézia.