O Ministério da Saúde realizou esta Sexta-feira, 07 de Junho, em Maputo, a Reunião do Comité Nacional de Qualidade e Humanização. O evento tinha por objectivo fazer balanço das actividades realizadas pelo órgão nos últimos cinco anos.

  

Na ocasião, a Ministra da Saúde, Dra. Nazira Abdula, que dirigiu o encontro, revelou que o aumento de comités de Humanização, que subiu de 155 em 2011 para 1215, bem como a união e trabalho em equipa contribuíram para aumentar a Qualidade e Humanização da Assistência à Saúde da População.

"Desde o início sempre estivemos unidos, fomos uma equipa unida, hoje com muito orgulho podemos de viva voz afirmar que fizemos a nossa parte, reduzimos as queixas nas unidades sanitárias, desmantelamos redes de venda de medicamentos, aumentamos os partos institucionais, expandimos a rede sanitária, diminuímos o rácio médico -utente.  

A Ministra da Saúde, reafirmou ainda o compromisso dos profissionais do sector e reconheceu o trabalho dos comités provinciais, na melhoria do atendimento nos hospitais e melhoria da relação hospital-comunidade. "Renovamos mais uma vez o nosso compromisso de juntos trabalhar de forma contínua e sustentável na mesma direcção e para os mesmos objectivos , o sucesso será uma certeza , assim como a satisfação e a realização pelo trabalho feito, pois é nosso dever servir de uma forma Humanizada com Qualidade em todo acto do trabalhador da saúde respeitando sempre os valores éticos e morais do indivíduo". 

No encontro também foi apresentado pelo MISAU o ponto de situação da Estratégia Nacional para a melhoria da Qualidade e Humanização dos Cuidados de Saúde.

Entretanto, a titular da pasta da Saúde, apontou como marcos dos esforços conjuntos dos provedores de saúde , utentes , comunidade, sociedade civil, parceiros e do Estado na busca do bem comum a divulgação e disseminação da 2 Estratégia Nacional para a Melhoria da Qualidade e Humanização dos Cuidados de Saúde  2017-2023 e da 1 Estratégia para a Prevenção e Prevenção e Combate às Cobranças Ilícitas 2017-2023, a expansão dos comités de co-gestão e humanização como participante directo na gestão da Unidade Sanitária e dos Gabinetes do Utente como espaço privilegiado onde a voz do utente se faz sentir denunciando, sugerindo ou elogiando. 

Recorde-se que foi em 2004 que o Ministério da Saúde iniciou com a implementação do atendimento humanizado.