Em Moçambique, ao nível do Instituto Nacional de Saúde, até hoje, 31 de Março de 2020, foram testados 267 casos suspeitos de contaminação com o Coronavírus, dos quais 36 nas últimas 24 horas. Dos novos casos testados, todos revelaram-se negativos para o Coronavírus, o que faz com que o país continue com o registo de 8 casos positivos dos quais 6 importados e 2 de transmissão local. Actualmente, temos um total cumulativo de 124 contactos em acompanhamento.

Veja informação nos Boletins Diários

Médicos, técnicos e enfermeiros da província de Maputo reuniram-se na Quinta-feira, (26) para harmonizar procedimentos de actuação no âmbito do isolamento e tratamento de pacientes do COVID-19.

Na ocasião, também analisaram os passos a seguir perante casos suspeitos e o tratamento de doentes diagnosticados positivos, que eventualmente venham a ser internados no Centro de Saúde de referência provincial para o tratamento do coronavirus, no distrito da Matola.

A reunião foi dirigida pela directora provincial de Saúde de Maputo, Iolanda Santos, a qual, destacou ser pertinente haver trabalho conjunto entre os vários especialistas ou técnicos de Saúde, de modo a se optimizar os recursos humanos disponíveis destacados para o centro de referência provincial.

Por intermédio do seu laboratório localizado no distrito de Marracuene, o Ministério da Saúde destaca-se por ser a única instituição pública do país, com capacidade para diagnosticar com segurança, um número considerável do novo coronavírus.

Sob gestão do Instituto Nacional de Saúde (INS), a instituição tem recebido amostras, recolhidas em todo o país para confirmar se trata-se ou não, de casos positivos do vírus.

Diariamente, chegam naquele laboratório, entre 40 a 60 amostras e mesmo assim, a instituição ainda não atingiu a sua capacidade máxima que actualmente se situa em 600 amostras por dia.